Nanã Buruquê


Nanã é um dos orixás mais respeitados na Umbanda, pois se mostra como uma vovó amorosa, sempre paciente com nossas imperfeições como espíritos encarnados.

Ela rege sobre a maturidade e seu campo principal de atuação é o racional, isto porque os seres emocionados geralmente sofrem sua atuação.

Ao trabalhar em um ser emocionalmente desequilibrado, Nanã decanta seus vícios e desequilíbrios mentais, preparando-o para uma nova vida mais equilibrada.

Por este motivo, podemos dizer que nossa mãe Nanã desfaz os excessos e decanta, ou enterra os vícios.

Nanã, como Obaluaiê é dual, ou seja, terra-água, contudo diferente de Obaluaiê, ela é água-terra.

Já sabemos que Obaluaiê reduz o espírito ao tamanho do feto para poder reencarnar. Nanã ajuda nesta transição, pois, decanta todos os sentimentos, mágoas e conceitos, adormecendo-os para que Obaluaiê possa fazer seu trabalho.

Nanã envolve o espírito que irá reencarnar em uma irradiação que dilui todos os acúmulos energéticos, assim como adormece sua memória, preparando-o para uma nova vida na carne, na qual não se lembrará de nada do que já vivenciou.

Além disso, Nanã também atua quando a pessoa começa a se esquecer de muitas coisas da sua vida carnal. Ela atua na memória dos seres, adormece os conhecimentos do espírito, para que eles não interfiram com o destino traçado para a encarnação.

Por estes motivos é que Nanã é associada à velhice.

Nanã tem movimentos lentos e cadenciados, porque traz em si uma energia e magnetismo muito forte.

Nanã é uma guardiã que tem seu ponto de força na natureza, nos lagos, mangues, rios cautelosos e nos deltas e estuários dos rios. Seu campo de atuação está localizado nos lagos.

E mais, Nanã é a divindade que acompanha nosso fim na carne, assim como nossa entrada, em espírito, no mundo astral. Nessa transição Nanã atua sobre nosso carma, conduzindo está situação com calma, para que o espírito não tome conhecimento da sua transição de um plano vibratório para outro.

Como Obaluaiê, Nanã é do trono da evolução, pois ao decantar os sentimentos e ações equivocadas ela ajuda o ser a evoluir.

Confiram que Nanã é a maleabilidade (água) e decantação (terra), e atua por atração magnética sobre os seres com evolução, paralisada e emocional e desequilibrado.

Nanã é negativa, passiva no elemento terra e ativa no elemento água. Sua irradiação magnética é bipolar pontual no pólo aquático e reta no pólo telúrico.

Nanã atua como afixadora dos seres nos estágios em que estão, até que estejam livres das reações instintivas e dos sentimentos emotivos.

Nanã gera em si o fator decantador dos instintos e do emocional e sua atuação é alternada, ora dando amparo aos seres ainda frágeis mentalmente, e ora decantando os seres muito instintivos ou emocionados.

Na numerologia Nanã é o número 6.

No positivo, os filhos de Nanã são calmos, conselheiros, orientadores, religiosos, emotivos e muito simpáticos.

No negativo, os filhos de Nanã são intratáveis, ríspidos, tagarelas, fuxiqueiros, vingativos e perigosos.

Os filhos de Nanã apreciam a boa mesa, companhias falantes e alegres, reuniões familiares e religiosas, pessoas que lhes dediquem afeto e respeito e vestes multicoloridas.

Os filhos de Nanã não apreciam pessoas egoístas, mesquinhas ou geniosas, festas e reuniões agitadas, crianças peraltas, roupas espalhafatosas, desperdício, preguiçosos e exibicionistas.

Oferendas para Nanã:
- Toalhas ou panos Lilás;
- Velas lilás;
- Flores do campo, lírios, crisântemos;
- Frutas: uva, melão, manga, mamão, maracujá doce, framboesa, amora e figo;
- Bebidas: champagne rose, vinho tinto suave, licor de amora, licor de framboesa e licor de morango;




Rua Doutor Manuel Segundo Vanderlei, nº49 - São Paulo - SP | CEP: 03804-130 | Copyright© 2014-2017 - CETO

Desenvolvido por SS Desenvolvimento